fbpx

⁂ ESTAMOS EM PERÍODO NATALINO - Janeiro 2022

wilts

A cada ciclo de 365 dias aprendemos a celebrar um novo evento que é para nós totalmente desconhecido – o dia exato, do evento verdadeiro é para nós desconhecido – o dia e o local do nascimento de Jesus Cristo. Por centenas de anos, arqueólogos bíblicos e teólogos têm buscado e pesquisados evidências e indícios precisos que indiquem claramente quando o nosso amado Cristo nasceu. Desejamos a todos boa sorte em suas valiosas pesquisas, e esperamos ouvir novas de descobertas bem-sucedidas,...

MAS

Enquanto eles pesquisam, em que devemos focar as nossas “pesquisas pessoais”? Não temos o conhecimento de ninguém que negue o nascimento de Jesus Cristo, a vida e os conhecimentos que Ele compartilhou com seus seguidores e ouvintes. Em todas suas declarações, conselhos e recomendações que nós foram deixadas através dos seus apóstolos, Mateus, Marcos, Lucas e João; Jesus disse e repetiu diversas vezes: “Vocês – todos vocês que Me seguem – DEVEM amar uns aos outros, DEVEM apoiar-se mutuamente, e DEVEM compartilhar o amor de DEUS uns com os outros.

Em momento algum Ele disse que devemos compartilhar o amor de Deus apenas em um dia no ano. Ele disse para compartilharmos Esse amor muitas vezes ao dia, quando e onde você estiver e encontre alguém que precise alcançar o AMOR. Sim, é divertido e significativo compartilhar o amor durante a época do Natal e das festas de final de ano, mas com que frequência você ou nós precisamos levar “alegria e amor do Natal” a um amigo ou família em qual     quer outra época do ano?

A vida de nossas famílias LGBTQ+ pode ser enriquecida e renovada cada vez que um de nós se aproxima deles, talvez através de um telefonema, uma mensagem de texto amorosa, uma conversa por vídeo e, sempre que possível uma batida na porta para entrar e compartilhar bons momentos ao redor de uma mesa, e onde quer que seja seguro, abraços reais. A COVID definitivamente alterou nossas melhores maneiras de saudarmos e abraçarmos nossas maravilhosas famílias LGBTQ+, porém, isso não significa que devemos parar de estender a mão, “tocar” visualmente ou “ouvir” fisicamente. Seu poder de alcançar o próximo é maior e mais impactante do que imagina ou pode perceber. Uma palavra amável quando alguém está deprimido, sentindo-se rejeitado ou indesejado, poderá ser e será muito benéfico para você também.

Jesus nos disse, demonstrou, pediu e exortou para que estendêssemos as mãos e tocássemos as pessoas ao nosso redor. Compartilhe o amor de Deus com eles; ajude os dias dos que estão ao seu redor a ser mais calorosos e brilhantes. Carolyn e eu sentimos um carinho profundo quando vemos uma família estender a mão e se conectar a outra família. Estremecemos de emoção e amor quando tomamos conhecimento de famílias que são ajudadoras de outras famílias. Sentimo-nos confiantes de que Jesus e seus anjos estão sentados em seus lugares celestiais, olhando para baixo, para cada uma das famílias, em especial para as famílias que amam e acolhem outras famílias, E TODOS SORRIEM E MANDAM SAUDAÇÕES CELESTES.

Vamos aprender a aproveitar a temporada de amor NATALINO o ano inteiro, todos os dias, todas as horas. Todos nós podemos compartilhar a dádiva do amor de Deus através de Jesus e todos aqueles que “tocamos”.

Vamos fazer de 2022 um ano maravilhoso, amoroso e familiar. Cheio e atividades que reflitam o amor de CRISTO, e que Cristo é amor”

— Abraços de John et Carolyn Wilt, Coordenadores da famílias & amigos